Oi apresenta à Justiça do Rio de Janeiro novo plano de recuperação judicial – Jornal do Comércio

A empresa de telefonia Oi apresentou, na noite de terça-feira, uma nova versão de seu plano de recuperação judicial à 7ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A proposta será submetida à assembleia geral de credores, marcada para o dia 19 de dezembro. As informações são da Agência Brasil.

O novo plano prevê que os credores possam deter até 75% do capital da companhia e que a dívida financeira caia de R$ 49,4 bilhões para R$ 23,9 bilhões por meio da conversão de parte das obrigações devidas em ações da empresa e em novos títulos de dívida.

“Após mais de 18 meses de negociações com os diversos credores, chegamos a um patamar de conversão de dívida em ações considerando um equilíbrio entre o valor econômico para os acionistas e a recuperação de crédito para os credores. Entendemos que é a equação possível e que viabiliza um plano de negócios sustentável para a companhia e a aprovação do plano em assembleia de credores”, disse, em nota, o presidente e diretor jurídico da Oi, Eurico Teles.

Segundo a Oi, o plano também prevê que, após a conversão de dívidas em ações, descontos e alongamentos de prazos, haverá aumento de capital de R$ 4 bilhões em recursos novos, além de R$ 2,5 bilhões de recursos adicionais que podem ser buscados no mercado de capitais.

De acordo com a companhia, o plano apresentado representa uma solução de mercado para a Oi e dá garantia jurídica ao processo de recuperação judicial. Se a proposta for aprovada na assembleia geral de credores, o plano deverá ser homologado na Justiça e seguir os ritos de aprovação em todas as esferas regulatórias competentes.

Em processo de recuperação judicial há mais de um ano, a Oi acumula dívidas de cerca de R$ 64 bilhões.

 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!