Balança comercial tem superávit de US$62 bi até novembro, diz FGV – Exame

Segundo dados do Icomex, as exportações totalizaram US$ 200 bilhões, enquanto as importações somaram US$ 138 bilhões

Por Daniela Amorim, do Estadão Conteúdo

access_time 15 dez 2017, 09h10

Rio de Janeiro – A balança comercial registrou superávit de US$ 62 bilhões de janeiro a novembro, recorde histórico para esse período do ano, segundo os dados do Indicador do Comércio Exterior – Icomex, divulgado nesta sexta-feira, 15, pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

As exportações totalizaram US$ 200 bilhões, enquanto as importações somaram US$ 138 bilhões.

O índice tem como objetivo contribuir para a avaliação do nível de atividade econômica do País, por meio da análise mais aprofundada dos resultados das importações e exportações.

“O desafio de manter o crescimento dos fluxos de comércio em 2018 está mantido. Os dados do Icomex para o acumulado do ano até 2017 sugerem que esse crescimento irá continuar, mas 2018 deverá observar um superávit comercial menor”, apontou a FGV, em nota oficial.

No acumulado no ano até novembro, o volume exportado cresceu 13,3% em relação a igual período do ano anterior, ao passo que o volume importado aumentou 13,5%.

O volume exportado cresceu 11,2% e os preços recuaram 2,6% na comparação entre novembro de 2016 e novembro de 2017. A queda nos preços foi puxada pelo comportamento das commodities, que recuaram 2,2% entre novembro do ano passado e novembro deste ano. A principal contribuição foi a do complexo de soja, com queda de 11% nos preços.

O volume importado teve aumento de 20,2% em novembro, ante o mesmo mês de 2016, o que confirma, na visão da FGV, a recuperação no nível de atividade.

“Em suma, o cenário para a balança comercial continuará positivo em 2018, apenas esperamos um menor superávit comercial, o que não é fonte de preocupação”, concluiu a FGV.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!