MDIC diz que Rota 2030 deve ser lançado na próxima semana – Jornal do Comércio

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira, disse nesta sexta-feira (15), que o programa Rota 2030, substituto do Inovar Auto, cuja vigência se encerra agora em dezembro, está na fase final de ajustes com o Ministério da Fazenda e deverá ser lançado na próxima semana. Apesar do avanço das discussões, Pereira reconheceu que há dificuldades de ordem orçamentária para a implementação do programa, por conta do déficit fiscal do governo.

Pereira esteve na manhã desta sexta na sede da Fecomércio-SP, onde assinou termo de orientação técnica e participou do lançamento de cartilha voltada ao setor produtivo sobre a nova legislação trabalhista. Ele fez uma retrospectiva do período de governo e afirmou já ser perceptível a recuperação da economia. Ele lembrou que em 2015 a inflação superou os 10% e hoje a previsão para o fechamento do ano é de 2,88%, na pesquisa Focus, que é patamar abaixo dos 3%, limite da banda inferior da meta central de 4,5%.

“A taxa de juros, que era de 14,25%, caiu para 7% e em fevereiro deverá cair para 6,75% a 6,50%”, disse o ministro, citando também a queda do desemprego de 14 milhões para 12 milhões de pessoas.

De acordo com Pereira, um indicador claro de recuperação da economia é a balança comercial, que até o momento está positiva em US$ 63 bilhões, acima do superávit de US$ 47,7 bilhões apurado no ano passado, que já tinha sido recorde da série histórica desde 1989.

“O curioso é mostrar que há recuperação em curso. O superávit de US$ 47,7 bilhões do ano passado deveu-se muito à queda de quase 4% das importações. Este ano, no entanto, as importações estão crescendo 20% e as exportações, 10%. Mesmo assim devemos terminar o ano com superávit entre US$ 65 e US$ 70 bilhões”, afirmou Pereira.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!