Petróleo tem fechamento misto, com Baker Hughes e Forties – Jornal do Comércio

Os contratos futuros de petróleo encerraram a sessão desta sexta-feira (15) em direções mistas, resultado similar ao acumulado da semana. No radar do noticiário nos últimos dias estiveram as dúvidas em relação à produção global da commodity e a interrupção do bombeamento do oleoduto de Forties, no Reino Unido.

Na Intercontinental Exchange (ICE), em Londres, o barril do Brent para fevereiro caiu 0,13% na sessão e 0,27% na semana, terminando o pregão da sexta-feira em US$ 63,23.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato do WTI para janeiro subiu 0,46% no pregão e 1,08% na semana, para US$ 57,30, e o para fevereiro avançou 0,44% e 1,02%, respectivamente, para US$ 57,33.

Nesta sexta-feira, o único indicador relevante para o setor de petróleo foi o da Baker Hughes, que informou que o número de poços e plataformas em atividade nos Estados Unidos passou de 751 na semana passada para 747 nesta.

O sinal da Baker Hughes, no entanto, não encontrou eco nas previsões apresentadas nesta semana pela Agência Internacional de Energia (AIE) e a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). Para ambas as associações, os Estados Unidos devem continuar a subir a produção, amparados pelos campos de óleo de xisto.

Outro fator relevante nas negociações da semana foi o fechamento do oleoduto de Forties, no Reino Unido. O canal é uma das mais importantes vias de escoamento da produção de Brent do Mar do Norte.

Neste cenário misto, os investidores recomendam cautela. “Por enquanto, o petróleo está em um impulso ascendente. Mas consideramos que ainda são muito prováveis algumas debilidades”, afirmou o analista de mercado Yann Quelenn, do Swissquote Bank.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!