Setor de serviços recua 0,8% de setembro para outubro, diz IBGE |

EBC

Os serviços profissionais e administrativos e os transportes tiveram os principais recuos Arquivo/Agência Brasil

O volume de serviços no país recuou 0,8% na passagem de setembro para outubro deste ano. Segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada hoje (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), essa foi a quarta queda consecutiva do indicador. Na comparação com outubro de 2016, o volume caiu 0,3%. O setor acumula quedas de 3,4% no ano e de 3,7% no período de 12 meses.

Cinco dos seis segmentos tiveram queda no volume de serviços, com destaque para os serviços prestados às famílias, que caíram 2,3%. Também tiveram recuos os serviços profissionais, administrativos e complementares (-1,3%, setor que envolve alugueis não imobiliários – por exemplo, de carros – e gestão de ativos), os transportes e correios (-1%), outros serviços (-0,1%) e atividades turísticas (-1,5%). Os serviços de informação e comunicação foram o único segmento que teve alta (0,3%).

Entre as unidades da federação, as que tiveram as maiores quedas no volume de serviços prestados foram Piauí (-5,3%), Ceará (-4,9%) e Acre (-3,5%). Os estados da Bahia (2,8%), Sergipe (2,5%) e Distrito Federal (1,6%) tiveram as maiores altas.

Em relação à receita nominal, os serviços tiveram queda de 0,2% na comparação com setembro, mas cresceram 5% na comparação com outubro de 2016, 2,1% no acumulado do ano e 1,6% no acumulado de 12 meses.

Edição: Lidia Neves

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!