Dólar tem queda generalizada diante de realização de lucro – Jornal do Comércio

O dólar recuou de forma generalizada na sessão desta segunda-feira, 18, nos mercados internacionais, em meio a um processo de realização de ganhos recentes.

No final da tarde em Nova Iorque, o dólar operava a 112,57 ienes, mesmo nível da sexta-feira, enquanto o euro subia de US$ 1,1758 para US$ 1,1783. O WSJ Dollar Index, uma medida contra uma cesta de 16 divisas, caía para 86,91 (-0,22%).

Ainda que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) tenha elevado na semana passada a taxa dos Fed funds para o intervalo entre 1,25% e 1,50%, a instituição deu sinais de preocupação com a inflação persistentemente baixa nos Estados Unidos.

Nesse contexto, os investidores analisam ainda os efeitos que a reforma tributária dos Estados Unidos pode ter para o crescimento e a inflação no país. “Há muitas pessoas incrivelmente céticas”, disse o analista-chefe de mercados da corretora Commonwealth Foreign Exchange, Omer Esiner.

Portanto, houve realização de lucro pela parte do mercado após o texto final da reforma tributária ter sido apresentado. A expectativa é de que ele seja votado na terça-feira na Câmara dos Estados Unidos e na quarta-feira no Senado.

Entre as moedas de países emergentes, destaque para a forte valorização do rand da África do Sul. A moeda disparou e chegou a subir 4% em relação ao dólar depois do ex-sindicalista Cyril Ramaphosa ter vencido a eleição para liderança do partido governista da África do Sul, o Congresso Nacional Africano (ANC, na sigla em inglês), o que abre espaço para que ele seja escolhido presidente do país em 2019. Ramaphosa é favorável às reformas econômicas do país. No final da tarde, a divisa americana era cotada a 12,7771 rands sul-africanos, de 13,1618 rands de sexta-feira.

No caso das criptomoedas, o bitcoin para janeiro, negociado na Chicago Mercantile Exchange (CME), terminou com queda de 2,05%, a US$ 19.100,00. Foram registrados 1.010 negócios. A mínima foi de US$ 18.345,00 e a máxima foi de US$ 20.650,00.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!