Bolsas da Ásia e do Pacífico fecham sem direção única – Jornal do Comércio

As bolsas da Ásia e do Pacífico encerraram os negócios sem direção única nesta terça-feira (19), com algumas ainda sustentadas pelo otimismo em torno da possível aprovação de uma reforma tributária nos EUA e outras pressionadas pelo fraco desempenho de ações de tecnologia.

Ontem, os mercados acionários de Nova Iorque fecharam em novas máximas históricas com a perspectiva de que o plano de reforma tributária elaborado pelo Partido Republicano se torne lei nos próximos dias. Após as negociações dos últimos dias, a expectativa é que o projeto final, anunciado na sexta-feira, seja aprovado hoje na Câmara dos Representantes e amanhã no Senado.

Na China continental, o pregão foi de ganhos. O índice Xangai Composto subiu 0,88% hoje, a 3.296,54 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,87%, a 1.905,62 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng também operava no azul pouco antes do fechamento, com alta em torno de 0,7%.

Na Oceania, a bolsa australiana atingiu o maior nível em dez anos, beneficiada por papéis de mineradoras e petrolíferas. O S&P/ASX 200 registrou alta de 0,54% em Sydney, a 6.071,80 pontos.

Em outras partes da região asiática, prevaleceram perdas leves.

Em Tóquio, o Nikkei caiu 0,15%, a 22.868,00 pontos, após chegar a subir 0,4% durante a sessão. O índice japonês foi especialmente prejudicado por ações tecnológicas e de construção.

Na capital sul-coreana, Seul, o Kospi recuou 0,13%, a 2.478,53 pontos, em meio à queda de papéis das indústrias têxtil e de máquinas.

Em Taiwan, o Taiex também foi influenciado por ações de tecnologia e o Taiex caiu 0,37%, a 10.467,34 pontos. O índice filipino PSEi, por sua vez, teve baixa de 0,68% em Manila, a 8.365,96 pontos. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!