Bolsas de Nova Iorque terminam em leve baixa com reforma tributária no radar – Jornal do Comércio

Os mercados acionários americanos fecharam em leve baixa nesta quarta-feira (20), à medida que os investidores digeriram informações relacionadas à reforma tributária nos Estados Unidos, cujo texto final foi aprovado no Congresso americano.

O índice Dow Jones fechou em queda de 0,11%, aos 24.726,65 pontos; o S&P 500 recuou 0,08%, aos 2.679,25 pontos; e o Nasdaq perdeu 0,04%, aos 6.960,96 pontos.

Por 204 votos a 201, o projeto final de reforma tributária foi aprovado na Câmara dos Representantes, em uma segunda votação da proposta, após o senador independente Bernie Sanders (Vermont) ter apontado provisões do texto aprovado na terça-feira pelos deputados que feriam regras do Senado. A medida, então, foi mandada para a sanção do presidente dos EUA, Donald Trump, mas há dúvidas sobre quando ele irá assinar o projeto.

De acordo com o líder republicano na Câmara, Kevin McCarthy (Califórnia), a implementação da reforma poderia ocorrer somente em janeiro, tendo em vista que “algumas empresas solicitaram que o quarto trimestre acabe” para que o texto seja sancionado pelo presidente. Sem a confirmação de uma data, as bolsas operaram com volatilidade em Nova York e fecharam em leve baixa, dando sequência às perdas do dia anterior e ao movimento de realização de lucros.

As ações de tecnologia novamente foram algumas das mais penalizadas do dia, visto que vêm em um rali constante desde o início do ano. Com isso, Facebook caiu 0,90%, Microsoft cedeu 0,36% e Snap perdeu 1,71%.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!