Grupo DHB começa a pagar R$ 9 milhões aos credores – Jornal do Comércio

Em processo de recuperação judicial, o Grupo DHB, que atua na fabricação de componentes para a indústria automotiva, obteve um avanço importante na última semana. A empresa conseguiu a liberação de cerca de R$ 9 milhões arrecadados com a venda de imóveis para agilizar a quitação dos compromissos com credores.

Na decisão, foi concedido R$ 1,5 milhão para injeção nas atividades da empresa. De acordo com um dos advogados representantes da DHB, Tiago Luz, do escritório Scalzilli Althaus, o valor destinado ao investimento é justificado pelo bom desempenho da DHB, já que, segundo ele, o valor investido tende a dobrar em cerca de dois meses de atividade.

Disponibilizados na última quarta-feira (13), os valores já foram repassados à DHB, que deu início ao pagamento dos credores na sexta-feira (15). As prioridades, definida pelo plano de recuperação, são credores trabalhistas, salários atrasados e fornecedores com pendências de até R$ 1,5 mil. “Estamos respeitando o plano definido pela Justiça”, frisa Luz.

Iniciada em outubro de 2016, a recuperação judicial da empresa tem prazo de dois anos para ser efetivada. Em meio ao processo, a DHB negocia a venda de parte dos ativos a investidores europeus. Os interessados já avaliaram pessoalmente a estrutura da companhia, mas ainda não formalizaram proposta de aquisição – que não pode ser de 100% da instituição pelas pendências judiciais.

“Essa possibilidade (de venda) permitiria quitação antecipada de credores, inclusive com descontos por pagamento à vista”, explica Tiago Luz. Se a negociação for efetivada, o objetivo é que os novos proprietários assumam a empresa sem qualquer pendência.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!