Oi: a pedido de bancos públicos, administrador dá pausa em assembleia – Jornal do Comércio

A assembleia geral de credores da Oi foi suspensa por mais duas horas a pedido de representantes do BNDES, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. Os bancos públicos querem mais tempo para analisar os ajustes que estão terminando de ser redigidos no plano de recuperação judicial da operadora. Esta foi a terceira pausa na assembleia desde o seu início, às 11h30 desta terça-feira. A expectativa é de retorno dos trabalhos às 21h40.

“Em virtude das modificações no plano, foi requerido o adiamento de mais duas horas para que os credores, principalmente os públicos, analisassem a nova proposta”, explicou o presidente da assembleia, Arnoldo Wald Filho, sócio do escritório de advocacia responsável pela administração judicial do processo. “Em virtude do fato novo, não fico à vontade em não conceder extensão de mais duas horas”, complementou, referindo-se às mudanças em curso na proposta de reestruturação das dívidas da tele.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!