BC: Próxima reunião do Copom é mais suscetível a mudança de cenário – Valor

BRASÍLIA  –  O Relatório de Inflação (RI) do Banco Central, divulgado nesta quinta-feira (21), reitera a mensagem de desaceleração no corte de juros em fevereiro, ressaltando que essa indicação está mais sujeita que as anteriores a reavaliações de acordo com a evolução do cenário.

“Para a próxima reunião, caso o cenário básico evolua conforme esperado, e em razão do estágio do ciclo de flexibilização, o Comitê vê, neste momento, como adequada uma nova redução moderada na magnitude de flexibilização monetária”, diz o Relatório de Inflação, basicamente reproduzindo o recado dado no comunicado e ata da reunião de dezembro do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC.

Em dezembro, o Copom cortou a taxa básica de juros em 0,5 ponto percentual, de 7,5% ao ano para 7% ao ano.

Segundo o documento divulgado nesta manhã, “essa visão para a próxima reunião é mais suscetível a mudanças na evolução do cenário e seus riscos que nas reuniões anteriores”.

O Copom reiterou que, no futuro, entende que “o atual estágio do ciclo recomenda cautela na condução da política monetária”.

Mais uma vez, a autoridade monetária ressaltou que o processo de flexibilização monetária continuará dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos, de possíveis reavaliações da estimativa da extensão do ciclo e das projeções e expectativas de inflação.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!