Embraer dispara 21,3% e é mantida em leilão – Valor

SÃO PAULO  –  As ações da Embraer dispararam nesta tarde depois das informações do “The Wall Street Journal”, citando fontes, de que a Boeing estaria interessada em comprar a companhia.

Os papéis foram colocados em leilão no momento que a notícia foi divulgada, quando subiam 2,55%. As ações chegaram a sair da situação de leilão, mas voltaram logo em seguida ao dispararem 21,29%, a R$ 20,00 — maior cotação desde 28 de abril de 2016, quando negociavam a R$ 20,66.

Em comunicado, a B3 informou que está mantendo os papéis em situação de leilão sem tempo determinado por causa da forte oscilação dos preços e das notícias envolvendo a companhia. “A B3 está questionando a empresa”, informa a nota da instituição financeira.

O volume financeiro da Embraer mais do que triplicou nesta tarde, após as notícias, e alcança R$ 86,2 milhões, contra R$ 24,9 milhões de giro em todo o pregão de ontem.

Para analistas e operadores, o possível interesse da Boeing neste momento é bem recebido pelo mercado porque a Boeing é vista como uma companhia relevante no segmento de fabricação de aeronaves e o interesse em uma companhia brasileira é positivo do ponto de vista acionário.

“É muito favorável do ponto de vista de quem investe o interesse de uma empresa estrangeira. Isso causou uma forte corrida ao papel e colabora inclusive para a alta do mercado como um todo”, diz Rafael Gonzalez, sócio da Platinum Investimentos.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!