Ibovespa dispara e toca 75 mil pontos com exterior e Embraer – Valor

SÃO PAULO  –  O Ibovespa abandonou o movimento lateral que vinha apresentando no começo do dia e atingiu o patamar dos 75 mil pontos nesta tarde, após os investidores deixarem de lado os receios sobre um possível rebaixamento do rating do Brasil.

O movimento positivo das bolsas americanas no dia também colabora para a demanda maior dos investidores, em um momento que a liquidez se reduz nos mercados pela proximidade do fim do ano. Em Wall Street, os três índices acionários registram altas neste momento.

A notícia do “The Wall Street Journal” divulgada mais cedo, citando fontes, de que a fabricante Boeing estaria interessada em comprar a Embraer também dá ímpeto ao mercado local, que se aproveita da notícia para recuperar o fôlego.

Às 16h19, o Ibovespa tinha alta de 2,21%, aos 74.989 pontos, depois de renovar a máxima intradia nos 75.097 pontos. O giro financeiro atinge a marca dos R$ 5 bilhões.

No exterior, o Dow Jones Brazil Titans, que reúne os 20 recibos de ações (ADRs) mais representativos no mercado, opera em forte ganho de 2,95%.

A Embraer ON, depois de atingir o topo em R$ 20,00, sobe agora 17,65%, a R$ 19,40. O giro negociado é de R$ 200 milhões, cerca de oito vezes maior do que o volume de ontem.

O fluxo dos investidores também se direciona ao setor bancário, que, ao lado das ONs (+4,49%) e PNBs (+4,79%) da Eletrobras, operam com forte alta nesta tarde, especialmente no caso do Itaú Unibanco (+3,83%).

“Vemos uma diminuição drástica de volume neste momento e aí a notícia da possibilidade da Boeing comprar a Embraer é algo em que o mercado se apoia para aumentar o giro”, diz Rafael Gonzalez, sócio da Platinum Investimentos.

Para operadores, de maneira geral, valê ênfase também na leitura sobre o possível posicionamento da S&P, que participou ontem de conferência com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Depois das preocupações dos investidores com o risco de rebaixamento na semana que vem dominarem o mercado, o ministro tentou afastar o receio do mercado, o que acabou funcionando, ao menos por hora.

Assim, com essa conjunção de fatores, o viés para a bolsa fica mais positivo nesta tarde, embora o “rali de fim de ano” mencionado por operadores continue com força limitada. A leitura é que o índice deve conseguir se manter perto dos atuais patamares, mas não deve retomar topos históricos agora.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!