Ibovespa fecha em alta de 0,94%, e dólar sobe – Jornal do Comércio

O Índice Bovespa apoiou-se em aspectos positivos dos cenários interno e externo e subiu 0,94% ontem, aos 73.367 pontos. A redução da alíquota do depósito compulsório impulsionou as ações de bancos, enquanto a expectativa de aquecimento econômico nos EUA, a partir da reforma tributária, favoreceu papéis de siderurgia, mineração e energia em todos os mercados. Apesar do viés positivo durante todo o dia, o volume de negócios voltou a ficar abaixo da média e somou R$ 6,421 bilhões.

A liberação de R$ 6,5 bilhões em depósitos compulsórios manteve as ações do setor financeiro em alta, com expectativa de impacto no crédito e no aquecimento econômico. Bradesco ON teve alta de 0,93%, e Itaú Unibanco PN ganhou 0,37%.

As ações dos setores de siderurgia e mineração mantiveram alta, devido à expectativa de incentivo à economia norte-americana. Assim, ações como Vale ON ( 3,43%), Usiminas PNA ( 4,53%) e CSN ON ( 4,99%) foram beneficiadas. Petrobras teve alta de 1,27% (ON) e 0,66% (PN).

O dólar encerrou o pregão com leve alta. Ontem era o último dia para empresas fazerem remessas de lucros e dividendos para o exterior antes do recesso de fim de ano – já que a liquidação ocorre em dois dias úteis. Por isso, o giro da sessão foi relativamente alto, de US$ 2,421 bilhões. O dólar à vista fechou com alta de 0,12%, a R$ 3,2962.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!