Produção de celulose sobe 7% em novembro – Jornal do Comércio

A produção de celulose no Brasil subiu 7% em novembro ante o mesmo mês de 2016, para 1,698 milhão de toneladas. Assim, a produção acumula um avanço de 3,3% de janeiro a novembro de 2017 contra o mesmo intervalo de 2016, com 17,664 milhões de toneladas de celulose produzidas, segundo dados da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) divulgados nesta quinta-feira (21).

Em novembro ante o mesmo mês do ano anterior, a exportação de celulose recuou 3,6%, para 1,031 milhão de toneladas, acumulando um volume de 12,065 milhões de toneladas nos primeiros onze meses do ano – alta de 3%. As importações do insumo permanecem em forte trajetória de queda, de 39,1% em novembro, para 14 mil toneladas, e de 39,8% de janeiro a novembro de 2017, para 201 mil toneladas.

Em novembro, a produção de papel avançou 4,7% ante novembro de 2016, para 891 mil toneladas. No total dos primeiros onze meses deste ano, subiu 1,1%, para 9,584 milhões de toneladas.

As vendas no mercado doméstico subiram 5,5% no mês de novembro, para 482 mil toneladas e avançam 0,4% no total acumulado no ano, para 4,968 milhões de toneladas.

Já as exportações de papel avançaram 4,8% em novembro ante igual mês do ano passado, para 173 mil toneladas, e subiram 0,9% no total do ano, para 1,931 milhão de toneladas.

As vendas no mercado doméstico de painéis de madeira tiveram uma expansão de 15,2% em novembro de 2017 contra o mesmo mês do ano passado, a 614 mil metros cúbicos. No total dos onze primeiros meses do ano, a alta foi de 3,7%, para 5,958 milhões de metros cúbicos.

As exportações evoluíram 1% no mês passado, para 101 mil metros cúbicos, e no total do ano a alta foi de 26,3%, para 1,177 milhão de metros cúbicos.

De janeiro a novembro de 2017, o saldo da balança comercial do setor atingiu US$ 6,797 bilhões FOB (free on board), com alta de 13,1% na comparação com o mesmo período do ano passado. Apenas celulose alcançou um saldo de US$ 5,565 bilhões FOB, com avanço de 16,8%. O saldo de papel foi de US$ 969 milhões FOB, uma queda de 5,5% contra o intervalo de janeiro a novembro de 2016, e o de painéis de madeira, de US$ 263 milhões FOB, uma alta de 19,5%.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!