Banco Central vê inflação em torno de 4% até 2020 – Jornal do Comércio

Apesar da turbulência política e da não aprovação da reforma da previdência, o Banco Central (BC) traçou um cenário mais favorável para o Brasil. As apostas são de retomada de crescimento mais acelerado e de inflação abaixo do centro da meta até 2020. De acordo com o relatório trimestral de inflação, divulgado nesta quinta-feira, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve oscilar em torno dos 4% nos próximos três anos. Com a revisão dos números, o BC admitiu que não cumprirá a meta prevista para este ano porque a inflação ficará baixa demais.

A expectativa para o índice usado oficialmente no sistema de metas caiu de 3,2% para 2,8% neste ano. A meta central é de 4,5%, mas há uma margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Quando descumpre a meta de inflação, o BC tem de mandar uma carta ao ministro da Fazenda para se explicar. Será a primeira vez que um presidente do BC terá de se justificar por entregar uma inflação abaixo do limite. Nos últimos 12 meses, a inflação acumulada está em 2,8%: já abaixo até do limite mínimo para a inflação. A projeção do BC para a inflação do ano baixou de 4,3% para 4,2%.

 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!