Gasto do turista estrangeiro é o maior do semestre – Jornal do Comércio

O gasto de turistas estrangeiros no Brasil, em novembro, foi o maior registrado no segundo semestre deste ano. A receita cambial do turismo alcançou US$ 485 milhões, o equivalente a um aumento de 2,62%, na comparação com o mesmo mês de 2016, quando os visitantes internacionais deixaram US$ 472 milhões nos destinos brasileiros.

É o segundo mês consecutivo neste semestre que a receita cambial do turismo supera os resultados de 2016. Em outubro, o crescimento foi de 6,69%, um dos maiores do ano. Mesmo assim, no acumulado de janeiro a novembro, o gasto dos turistas internacionais alcançou US$ 5,3 bilhões, ainda inferior ao apurado no ano passado.

“Neste ano, começamos a implantar o visto eletrônico para alguns países e avançamos também na discussão para ampliar a conectividade aérea, medidas que acreditamos que irão contribuir de maneira significativa para o crescimento da vinda de turistas estrangeiros para o País e, consequentemente, para o crescimento da receita cambial”, comentou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Enquanto a receita cambial apresenta tímido crescimento, a despesa acumulou alta de 32,51% em novembro. Os brasileiros gastaram US$ 1,59 bilhão fora, contra US$ 1,2 bilhão registrado no mesmo mês de 2016. No acumulado do ano, a despesa cambial chega a US$ 17,38 bilhões, ou 32,6% maior que em 2016, segundo dados do Banco Central. Atualmente, o déficit da balança comercial do turismo é de

US$ 12 bilhões. Essa é a diferença entre o que o brasileiro gasta fora do País e o que os estrangeiros injetam na economia brasileira.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!