IPC do Japão sobe 0,9% em novembro, 11º alta consecutiva – Exame

Tóquio – O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) do Japão subiu em novembro 0,9% anualizado, devido sobretudo ao custo da energia, no que representa a 11ª alta consecutiva do indicador, informou nesta terça-feira o Governo do país.

O índice manteve assim a progressão iniciada em janeiro, quando o IPC experimentou seu primeiro avanço em 13 meses, embora ainda esteja longe de atingir a meta de 2% fixada pelo Banco do Japão (BOJ, banco central japonês).

O indicador, que exclui os preços dos alimentos por causa de sua alta volatilidade, subiu 0,2% em relação a outubro, segundo os dados publicados pelo Escritório de Estatística do Ministério do Interior e Comunicações japonês.

O aumento dos preços do combustível, da água e da luz, de 5,9% anualizado, foi o principal fator que contribuiu para a alta do indicador, seguido um mês mais pelo aumento do custo dos cuidados médicos, de 1,6%.

O BOJ ativou em 2013 um gigantesco programa de flexibilização monetária com o fim de atingir a meta inflacionária de 2%, embora a queda dos preços do petróleo e o esfriamento global o obrigaram a atrasar seu prazo de execução para 2019 e a ativar outras medidas adicionais.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!