Triunfo não pagará dividendos de R$ 40 milhões referentes a 2015 – Jornal do Comércio

A Triunfo Participações e Investimentos informou, em fato relevante publicado ontem, dia 24, que, em virtude da decisão judicial do Juízo Cível de Plantão da 1ª Instância da Comarca de São Paulo, terá que se abster de distribuir os dividendos obrigatórios referentes ao exercício social de 2015. A decisão, requerida por um banco credor, foi proferida em tutela cautelar de urgência. A distribuição de dividendos estava prevista para ocorrer hoje. No texto, a Triunfo diz que já recorreu e pediu revisão da referida decisão em 23 de dezembro de 2017, mas que seu pedido foi indeferido, tanto pelo Foro Judicial de 1ª Instância da Comarca de São Paulo quanto pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

“A companhia cumprirá a decisão judicial e os dividendos indicados no aviso aos acionistas de 19 de dezembro de 2017 não serão distribuídos até que a empresa não esteja mais impedida de fazê-lo em virtude da decisão judicial em questão”, afirma no fato relevante.

No dia 19 de dezembro, a Triunfo informou que, conforme aprovado em assembleia geral ordinária realizada em 29 de abril de 2016, pagaria aos acionistas dividendos de R$ 0,2272 por ação, correspondente ao montante de R$ 40 milhões apurado com base no lucro líquido da companhia referente ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2015. A Triunfo entrou com pedido de recuperação extrajudicial no final de julho. Os planos englobam dívidas da ordem de R$ 2,5 bilhões. A empresa disse que a crise econômica afetou “em cheio o mercado de infraestrutura brasileiro”, que comprometeu a saúde e liquidez do grupo.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!