Dólar recupera patamar de R$ 3,30 com mercado de olho em S&P – Valor

SÃO PAULO  –  O dólar chegou a cair abaixo de R$ 3,30 nesta quarta-feira, mas as vendas não se sustentaram, e a moeda acabou fechando acima desse patamar. A cotação terminou em R$ 3,3114, ligeira queda de 0,07%. Na mínima, cedeu 0,59%, a R$ 3,2942.

O mercado segue instável neste fim de ano, em parte pelo baixo volume de negócios, que intensifica os efeitos de operações de giro ou de fluxos pontuais.

Por um lado, investidores aguardam potenciais ingressos de recursos de operações que, segundo analistas ouvidos recentemente pelo Valor, podem ser antecipadas como forma de desvio da volatilidade eleitoral que tende a predominar de meados de 2018 até o fim do ano. Ontem, a Natura confirmou avaliar viabilidade de captação de recursos no mercado internacional.

Mas o fluxo corrente ainda tem sido negativo. Na semana passada (18 a 22 de dezembro), deixaram o Brasil, em termos líquidos, US$ 3,472 bilhões, segundo dados divulgados hoje pelo Banco Central. No acumulado de dezembro, o fluxo negativo já soma US$ 6,231 bilhões.

Para o curtíssimo prazo, um fator que atrai atenções é um eventual novo rebaixamento da nota de crédito soberano do Brasil pela agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P). Há expectativas no mercado de que a agência anuncie sua decisão ainda nesta semana. Analistas ponderam, contudo, que um “downgrade” já está em boa parte contemplado nos preços, o que limitaria o efeito negativo. Há avaliações inclusive de que a decisão poderia representar oportunidade de compra de ativos locais após causar inicialmente pressão nos mercados.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!