Anvisa proíbe comercialização de azeites e pimenta com irregularidades – Jornal do Comércio

Mais tradicionais na ceia de Natal, os pratos com bacalhau não ficam fora da mesa também no Ano-Novo, muito bem acompanhado de um bom azeite de oliva e, porque não, temperado com uma pimentinha. Mas antes de comprar os ingredientes, é bom ficar atento na escolha da marca. Isso porque a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu lotes de produtos que apresentaram resultados insatisfatórios em laudos de análise fiscal. A pimenta-do-reino em pó preta da marca Brusto e alguns azeites de oliva da marca Lisboa são os alimentos vetados.

Os azeites extravirgem das marcas Torre de Quintela, Malangueza e Olivenza, fabricados pela Olivenza Indústria de Alimentos, foram proibidos por apresentarem índices de refração e iodo acima do recomendado, o que descaracteriza os produtos como azeites puros. A Natural Óleos Vegetais também teve produto vetado. Os lotes podem ser conferidos no site portal.anvisa.gov.br.

 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!