Bitcoin Opera em Queda Após Tentar Recuperação – Portal do Bitcoin

Dezembro está sendo um dos meses mais voláteis do ano para o bitcoin, com fortes movimentos tanto para cima quanto para baixo. Para começar, na metade do mês, no dia 17, a criptomoeda chegou a ser negociada muito perto dos US$ 20 mil, uma valorização que representava quase 100% na época, dado que no dia primeiro de dezembro o bitcoin valia US$ 10.500.

Logo após atingir seu novo recorde histórico, data que seguia a listagem de contratos futuros em duas bolsas dos EUA, Cboe e CME Group, o bitcoin despencou quase 50%, retornando aos valores do início do mês.

Desde então, o preço vem tentando se recuperar e chegou a US$ 16.500 porém opera em queda nas últimas horas, caindo 10% nas últimas 24 horas e sendo negociado perto dos US$ 13 mil.

Gráfico BTC/USD da Bitfinex

Conforme afirmado ontem, o volume de negociações está bem abaixo do normal para o mês, provavelmente devido às festas de final de ano, comemoradas quase no mundo inteiro.

A tendência se estende ao Brasil e o bitcoin também opera em queda. No momento ele é negociado próximo de R$ 52 mil nas principais exchanges, tendo chegado a R$ 56 mil ontem. Uma queda um pouco inferior ao das principais exchanges do mundo.

Mercado

Puxadas pelo bitcoin, com exceção da Ripple, todas as principais criptomoedas operam em queda, com destaque para IOTA e Verge, com -12% e -26% respectivamente.

Com isso, o valor de mercado das criptomoedas volta a cair e está em US$ 560 bilhões. US$ 100 bilhões a menos de seu recorde.

Leia Também: A Centralização que Rodeia o Bitcoin e Outras Criptomoedas

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!