Bolsa sobe 0,48% e tem quinta alta seguida – Jornal do Comércio

A bolsa subiu ontem pelo quinto dia consecutivo, em meio a um ambiente de agenda esvaziada e liquidez bastante reduzida. O Ibovespa terminou o dia com ganho de 0,48%, aos 76.072 pontos, passando a contabilizar valorização de 5,70% em dezembro. Os negócios somaram R$ 5,141 bilhões.

Com a reforma da Previdência fora do radar, os investidores voltaram as atenções ao noticiário conjuntural e corporativo, que segue majoritariamente positivo. O maior exemplo de gatilho deste final de ano está no desempenho do comércio no Natal, apontam os profissionais do mercado. As vendas do período tiveram o maior crescimento desde 2010, segundo a Serasa Experian, que apurou alta de 5,6% na comparação com igual período de 2016. Alshop e SPC Brasil registraram avanço de 6% e 4,72% no movimento do comércio este ano.

Com isso, as ações de empresas de consumo e varejo foram destaque mais uma vez no pregão desta quarta-feira. Lojas Americanas ON subiu 4,08%, a maior alta do Ibovespa. Em seguida vieram Natura ON ( 4,00%), Localiza ON ( 3,48%), JBS ON ( 2,74%) e Lojas Renner ( 2,54%). Entre as blue chips, contribuíram também para a alta do Ibovespa os papéis da Petrobras, que avançaram 0,36% e 0,50%. Vale ON ficou perto da estabilidade ( 0,03%). Entre os bancos, o destaque foi Banco do Brasil ON, com ganho de 1,23%. Já Itaú Unibanco PN recuou 0,54%.

Em mais um dia de liquidez baixa, por causa das festas de fim de ano, o dólar terminou a sessão de ontem, próximo à estabilidade. Segundo profissionais do mercado, a expectativa de um eventual rebaixamento da nota de crédito do País pela S&P segue no radar, o que mantém a divisa acima dos R$ 3,30. O dólar à vista fechou em baixa de 0,07%, a R$ 3,3124. O giro foi de US$ 1,2 bilhão. Mesmo com o baixo volume, os negócios sofreram influência ainda da briga pela formação da Ptax do fim do mês, que acontece hoje, último dia útil de 2017 no mercado financeiro.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!