Bolsas de NY sobem com impulso de setores imobiliário e de serviços – Valor

SÃO PAULO  –  Os mercados acionários americanos fecharam em alta nesta quinta-feira, com os setores imobiliário e de serviços públicos novamente liderando os ganhos na sessão.

O Dow Jones fechou em alta de 0,26%, a 24.837,51 pontos, o S&P 500 subiu 0,18%, a 2.687,54 pontos, enquanto o Nasdaq avançou 0,16%, a 6.950,16 pontos.

Os setores imobiliário e de serviços públicos lideraram os ganhos pela segunda sessão consecutiva nesta quinta-feira.

Ontem, os ganhos dos segmentos foram impulsionados pela forte queda dos rendiomentos dos títulos americanos, com a taxa dos títulos de 10 anos anotando a maior queda diária desde setembro. As ações dos dois segmentos pagam altos dividendos e são vistos como alternativas à renda fixa.

Os rendimentos dos Treasuries se recuperaram parcialmente das perdas de ontem nesta quinta-feira, mas ainda estão bem abaixo dos níveis do começo da semana. A recuperação, no entanto, deu um leve impulso ao setor financeiro, que também fechou entre os setores mais positivos na sessão.

Os juros das T-notes de 10 anos fecharam em alta a 2,423%, ante 2,412% do fim da sessão de ontem, enquanto os dos T-bonds de 30 anos avançavam a 2,759%, frente a 2,747%, e os de dois anos iam a 1,911%, ante 1,899% na mesma base de comparação.

Apesar da perda de fôlego neste final de ano, as bolsas de Nova York permanecem a cerca de um ponto percentual de novas máximas históricas, com analistas e investidores dizendo que a pausa não diminuiu o seu otimismo em relação ao mercado acionário em 2018.

“Há um tremendo otimismo para 2018”, disse Steven Wagner, executivo chefe da Omnia Family Wealth. “Tudo vai depender dos balanços corporativos e o que as pessoas estão dispostas a pagar”.

A expectativa é de um aumento de 12% nos rendimentos das companhias do S&P 500, o que seria a taxa de crescimento mais acelerada desde 2011, de acordo com a FactSet.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!