Cade recomenda restrições para aprovar operação entre Itaú e XP – Valor

BRASÍLIA  –  A Superintendência Geral (SG) do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou que o conselho aprove a operação entre XP e Itaú mediante a assinatura de um acordo que limite o poder do banco na corretora, além de impedir que a XP exerça seu poder de mercado e exija exclusividade de agentes autônomos.

Essa recomendação foi antecipada ontem pelo Valor. Agora, a decisão final sobre o caso foi remitida para o plenário da autoridade antitruste.

Conforme noticiou o Valor em novembro, o caso é importante porque é a primeira vez que a autoridade concorrencial brasileira se debruça sobre um negócio envolvendo uma grande instituição bancária e uma fintech, como são chamadas as empresas do setor bancário que conquistaram fatias do mercado graças a tecnologias inovadoras. Sendo assim, qualquer decisão envolvendo a operação criara uma jurisprudência importante no setor em caso de futuras concentrações.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!