Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em alta e têm forte valorização em 2017 – Jornal do Comércio

As principais bolsas da Ásia encerraram a sessão desta sexta-feira (29) em alta, mais uma vez ajudadas pelo salto dos papéis de tecnologia. Os mercados asiáticos acumularam ganhos robustos no ano, em linha com os demais índices acionários do planeta.

A recuperação dos papéis do setor de tecnologia deu gás a este último pregão do ano na Ásia, depois de afastadas do radar dos investidores as dúvidas em relação às vendas globais do iPhone.

Em Taiwan, onde se concentram boa parte dos fornecedores da Apple que têm capital aberto, o índice Taiex teve alta na sessão para 10.642,86 pontos (+0,71%), acumulando ganho anual de 15%. Os papéis da Taiwan Semiconductor subiram 1,55% nesta sexta-feira e da Hon Hai Precision avançaram 0,95%.

Em Hong Kong, a fabricante de lentes para smartphones Sunny Optical Technology teve avanço de 0,91%. O índice Hang Seng terminou com alta de 0,90%, aos 29.919,15 pontos, acumulando valorização de 36% no ano.

No Japão, o índice Nikkei teve leve baixa de 0,08% na sessão, para 22.764,94 pontos, o que não prejudicou o desempenho anual. O principal indicador acionário japonês acumulou ganho de 19,10% em 2017, o melhor ano desde 2013. Nesta sexta-feira, a valorização do iene ante o dólar prejudicou algumas exportadoras – os papéis da fabricante de eletrônicos TEAC caíram 2,22% e da montadora Nissan Motor cederam 0,09%.

O mesmo ocorreu na Bolsa de Sydney. O principal indicador acionário da Austrália, o S&P/ASX 200 recuou 0,38% na sessão, para 6.065,10 pontos, mas teve ganho anual de 7,05% e se aproximou da máxima em dez anos. Os papéis do Commonwealth Bank caíram 0,19% nesta sexta-feira, enquanto os da mineradora Fortescue cederam 1,21%.

Na China continental, os ganhos anuais foram mais modestos. O índice Xangai Composto terminou em 3.307,17 pontos, alta de 0,33% na sessão e 6,56% no ano, enquanto a Bolsa de Shenzhen encerrou em 1.986,42 pontos, valorização de 0,64% nesta sexta-feira e 0,88% em 2017.

A Bolsa de Seul já havia encerrado as operações em 2017 na sessão de quinta-feira. O ganho no ano foi de 22%.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!