Ministro da Defesa anuncia envio de tropas para o Rio Grande do Norte – Valor

BRASÍLIA  –  O presidente Michel Temer autorizou nesta sexta-feira o emprego de tropas do Exército para fazer uma Operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Rio Grande do Norte, que enfrenta uma grave crise de segurança pública por conta de greve de policiais militares e civis.

O anúncio foi feito hoje pelo ministro da Defesa, Raul Jugmann. Segundo ele, até 2 mil homens serão mobilizados para a operação, que terá como foco as regiões metropolitanas da capital Natal e de Mossoró, as duas maiores cidades do Estado. Os primeiros 500 chegam na noite de hoje ao Estado.

A GLO terá, em princípio, duração de 15 dias, podendo ser prorrogada por tempo indeterminado. Além dos 2 mil militares, atuarão na segurança do Estado outros 190 homens da Força Nacional de Segurança, que já estão por lá.

“Vamos chegar para garantir a vida, a tranquilidade, a propriedade e a observância da lei. Só deixaremos o Rio Grande do Norte em clima de tranquilidade, segurança e paz que são devidas ao povo potiguar”, afirmou Jungmann, em entrevista coletiva em Brasília.

O ministro disse que passará o réveillon em Natal, “em solidariedade àqueles rapazes que vão deixar suas famílias, esposas e filhos para garantir a vida, inclusive, dos familiares dos policiais que se encontram aquartelados”.

O ministro disse entender “a situação difícil, a falta de salário, a falta de equipamentos” que enfrentam os policiais. Mas disse que, “acima disso tudo” existe “o juramento de um PM de defender a comunidade e a vida e deveria existir o sentimento de que, apesar de todas as vicissitudes, o valor maior é a vida”.

“Faço um apelo para que retomem seu mandato maior, aquilo que juraram. Porque, mais dia menos dia, a situação aflitiva que eles vivem será resolvida. A vida não tem volta”, afirmou.

Jugmann mandou “um recado aos criminosos”: “Quero reiterar o recado aos criminosos: nós seremos, dentro da lei, implacáveis na repressão de delitos da criminalidade, sempre observando os direitos humanos e a lei”.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!