Forças armadas já atuam nas ruas de Natal – Valor

SÃO PAULO  –  Por meio de decreto publicado no Diário Oficial do Estado neste sábado, o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), transferiu o controle dos órgãos de Segurança Pública potiguar para o General de Brigada Ridauto Lúcio Fernandes, que vai responder pela Operação Potiguar III.

Com o decreto, toda a responsabilidade pelas ações das forças estaduais de segurança também passam a ser do Exército. A medida vale até o próximo dia 12 de janeiro.

O governo federal anunciou ontem o envio de dois mil homens ao Rio Grande do Norte, dos quais 720 já começaram o patrulhamento na capital potiguar.

A medida foi determinada depois que o presidente Michel Temer autorizou, na sexta-feira, o emprego de tropas do Exército para fazer a Operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no estado.

O Rio Grande do Norte enfrenta uma grave crise de segurança pública por conta de greve de policiais militares e civis — policiais e bombeiros estão aquartelados desde a última terça-feira, enquanto os policiais civis trabalham em regime de plantão desde o dia 20 de dezembro.

As categorias reivindicam, além de melhores condições de trabalho, o pagamento dos salários e 13º.

Com a paralisação das polícias, Natal e cidades do interior potiguar registram há mais de dez dias assaltos, arrombamentos e arrastões, que se repetem diariamente. A sexta-feira foi o ponto mais violento. Segundo o Instituto Técnico-Científico de Perícia, 15 corpos deram entrada vítimas de disparos de arma de fogo.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!