Bolsas europeias sobem de maneira uniforme, seguindo tom positivo de NY e Ásia – Jornal do Comércio

As bolsas europeias operam em alta generalizada na manhã desta quinta-feira (4), seguindo o tom positivo dos mercados de Nova York, que ontem renovaram recordes de fechamento em meio a uma visão mais otimista da perspectiva econômica mundial. Na região, pesquisa da IHS Markit mostra que a atividade na indústria e serviços se expande em ritmo saudável.

Os setores automotivo e petrolífero se destacam na Europa, após os EUA venderem mais carros do que se previa em dezembro e os preços do petróleo atingirem os maiores níveis em três anos, impulsionados principalmente por uma onda de protestos no Irã, o terceiro maior produtor da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

A Fiat Chrysler saltava mais de 4% em Milão, enquanto Royal Dutch Shell e Total exibiam ganhos moderados, em torno de 0,6% e 0,7%, respectivamente.

O apetite por risco no continente europeu também veio na esteira de ganhos nos pregões da Ásia. A bolsa japonesa, por exemplo, saltou mais de 3% hoje e fechou num patamar que não se via desde janeiro de 1992.

O chamado índice de gerentes de compras (PMI na sigla em inglês) composto da zona do euro, que acompanha os setores manufatureiro e de serviços, subiu de 57,5 em novembro para 58,1 em dezembro, atingindo o maior nível desde fevereiro de 2011, segundo levantamento publicado mais cedo pela IHS Markit. O resultado marcou o 54º mês consecutivo de expansão da atividade no bloco.

Às 8h02min (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,13%, enquanto a de Paris avançava 0,82% e a de Frankfurt, 1%. Entre mercados europeus considerados periféricos, os índices acionários de Milão, Madri e Lisboa tinham ganhos de 1,27%, 1,02% e 0,89%, respectivamente. No mercado cambial, o euro se fortalecia, a US$ 1,2046, assim como a libra, cotada a US$ 1,3541.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!