Dow Jones renova recorde e fecha acima dos 25 mil pontos pela primeira vez – Jornal do Comércio

Os mercados acionários americanos deram nesta quinta-feira, 4, prosseguimento ao rali visto neste início de ano, renovando máximas históricas de fechamento e fazendo com que o índice Dow Jones encerrasse o dia acima da marca psicologicamente importante dos 25 mil pontos pela primeira vez.

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,61%, aos 25.075,13 pontos; o S&P 500 avançou 0,40%, aos 2.723,99 pontos; e o Nasdaq ganhou 0,18%, aos 7.077,91 pontos. Os três indicadores renovaram recordes.

Os movimentos desta quinta-feira marcaram a última façanha para um rali que foi visto nos mercados acionários ao redor do mundo. O crescimento econômico mais acelerado e a melhora do sentimento dos consumidores e das empresas nos Estados Unidos ajudaram a impulsionar as ações nas últimas semanas e, inclusive, nos primeiros pregões deste ano. “A virada do ano civil não altera a dinâmica do crescimento econômico e do crescimento dos lucros”, disse a estrategista de investimentos da corretora Eward Jones, Kate Warne. “Não devemos nos surpreender que os mercados continuem a avançar porque os fundamentos continuam a ser positivos e o otimismo dos investidores está melhorando”, afirmou.

Warne comentou que, um ano atrás, muitos investidores ainda estavam se perguntando o que poderia dar errado para os mercados acionários em solo americano, com a convicção de que as ações cairiam. Neste ano, na avaliação dela, houve uma mudança. Agora, a questão passa a ser quanto tempo mais o rali irá aguentar e qual será o catalisador para acabar com esse movimento.

O Dow Jones teve bons resultados no ano passado, ao subir cerca de 25%, à medida que os investidores apostaram no lucro sólido das empresas e na recuperação do crescimento global. No entanto, durante grande parte do ano, as ações de energia ficaram para trás em relação a outros setores, como o de tecnologia, o que limitou os índices acionários a subirem ainda mais. Mais recentemente, os preços do petróleo ganharam força e deixaram as ações de energia em níveis mais altos.

Nesta quinta-feira, o setor financeiro liderou o movimento altista. Entre os bancos, o Goldman Sachs subiu 1,40%, o J.P Morgan avançou 1,43% e o Morgan Stanley teve alta de 1,53%.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!