Juros têm viés de alta antes da estreia da oferta de NTN-F longa em leilão – Jornal do Comércio

Os juros futuros operam com viés de alta em meio à espera dos investidores pelo leilão de títulos públicos, no fim da manhã desta quinta-feira (4). O Tesouro Nacional ofertará, pela primeira vez, NTN-F com vencimento em 1/1/2029 (11h30min), além de NTN-F para 1/1/2025 e de LTN e LFT. O objetivo é testar a demanda pelo papel mais longo, que poderá contar com participação de investidores estrangeiros.

Os agentes financeiros seguem monitorando as articulações do governo para aprovar a reforma da Previdência, cuja votação no plenário da Câmara está marcada para 19 de fevereiro.

Por isso, vão monitorar uma reunião do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no período da manhã. Meirelles terá ainda reunião nas Organizações Globo (14h30min).

Já a agenda externa prevê a divulgação do relatório de emprego privado nos Estados Unidos da ADP referente a dezembro, às 11h15min. Porém, atenção maior deve ser dada na sexta para o relatório de emprego oficial dos EUA – o payroll.

Às 9h55min, o contrato de DI para janeiro de 2019 estava a 6,780%, de 6,775% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2020 a 7,94%, de 7,92% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2021 estava em 8,87%, de 8,85% no ajuste anterior. E o DI para janeiro de 2023 em 9,79, de 9,75% no ajuste anterior.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!