Clientes da CEEE recebem contas de luz com aumento de quase 30% – Jornal do Comércio

Enquanto a Justiça Federal em Porto Alegre não decide se suspende ou mantém o aumento da energia, clientes residenciais da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) na Capital gaúcha começam o ano recebendo a conta de luz com reajuste de 29,29%. O valor incidiu em 10 dias do consumo de dezembro, que tinha também a despesa maior da bandeira vermelha. Nesta cor, o preço do quilowatt/hora é maior, de R$ 0,03/kWh mais impostos. Este mês haverá um pequeno alívio, pois a bandeira será verde.

A juíza Carla Evelise Justino Hendges notificou a Aneel para apresentar a defesa, com prazo até dia 29 de dezembro. A agência entregou suas alegações antes da virada do ano, sustentando a validade da correção e embasamento no sistema de composição da tarifa. Desde a semana passada, a expectativa era pela manifestação do Ministério Público Federal (MPF), que até o momento não se posicionou.

Diante da demora, a OAB-RS voltou nesta sexta-feira (5) a acionar o Judiciário para reforçar a urgência do pedido. Com isso, o processo voltou ao juiz. A ordem já havia colocado em xeque as explicações da Aneel, indicando falta de “clareza na documentação” da agência e da CEEE. “Conforme análise técnica da entidade, apenas parte do índice é justificado”, alega a OAB-RS. “Estão demonstrados, superficialmente, apenas 14,24%” (da composição nominal do reajuste), e não “encontramos justificativa para a parcela de 16,38%, muito menos a necessidade do imediatismo para esse aumento de uma única vez”, argumenta a direção da entidade.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!