Ibovespa fecha 10º pregão consecutivo em alta e atinge os 79 mil pontos – Jornal do Comércio

Em uma espécie de continuidade do rali iniciado nas últimas semanas de 2017, o Ibovespa fechou nesta sexta-feira (5), o 10º pregão consecutivo em alta, chegando aos 79 mil pontos.

O principal índice da Bolsa brasileira encerrou com valorização de 0,54%, aos 79.071,46 pontos. O giro financeiro do dia ficou em R$ 8,10 bilhões.

No período, acumula ganhos de 8,79%. A última vez em que essa sequência ocorreu foi em julho de 2016, quando apurou 9,37%.

“Com o décimo dia de alta, o que não é comum, o fôlego está acabando”, afirmou Hersz Ferman, economista da Elite Corretora.

De fato, na primeira etapa da sessão desta sexta, o Ibovespa ensaiou um movimento de realização de ganhos que não se sustentou. As blue chips do setor bancário ajudaram a puxar o índice para baixo, mas, na parte da tarde, reverteram a tendência. Nos quatro primeiros dias de janeiro, os papéis Itaú Unibanco PN acumulam ganhos de 6,26%, Branco do Brasil, 5,81%, e Bradesco PN, 4,95%.

O sinal negativo do índice à vista predominou da abertura ao meio do dia e foi se aplacando, aos poucos e, segundo analistas, após a divulgação dos dados mais fracos do mercado de trabalho dos Estados Unidos, cuja criação de vagas veio bem abaixo das projeções.

“Diante desses dados, subentende-se que o Federal Reserve não deve aumentar os juros no curto prazo. A notícia é boa para os emergentes porque indica que a liquidez mundial deve seguir por mais algum tempo”, ressalta Ariovaldo dos Santos, gerente da mesa de renda variável da H.Commcor.

A notícia, de acordo com Santos e Ferman, encontrou cenário positivo para manter o apetite por risco por aqui, uma vez que, os indicadores econômicos brasileiros que têm sido divulgados apontam para a retomada da economia.

De acordo com o economista da Elite Corretora, esse momento cíclico é positivo, indicando a chegada de círculo virtuoso, que traz melhores perspectivas para as empresas, entrada de capital no Brasil e ajuda a potencializar os ganhos no mercado acionário.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!