Dólar inverte sinal e passa a cair ante real sob pressão do exterior – Jornal do Comércio

Após abrir em alta, o dólar inverteu a mão e caiu ante o real na manhã desta quarta-feira (10) acompanhando a ampliação do enfraquecimento externo da moeda e de outros ativos norte-americanos, disse um operador de uma corretora.

Pouco antes do fechamento deste texto, o dólar se enfraqueceu no exterior ante divisas principais e algumas ligadas a commodities, reagindo a relatos de que a China estaria considerando reduzir ou interromper compras de Treasuries. Segundo fontes citadas pela agência de notícia Bloomberg, autoridades chinesas acreditam que os Treasuries estão ficando menos atraentes em relação a outros ativos.

Nas mínimas intraday, o dólar à vista recuou aos R$ 3,2435 (-0,13%) e o dólar fevereiro, aos R$ 3,2520 (-0,18%).

Às 9h57min, o dólar à vista reduzia as perdas, cotado a R$ 3,2470 (-0,03%0, enquanto o dólar fevereiro recuava 0,08%, aos R$ 3,2555.

Em Nova Iorque, o Dollar Index perdia 0,59%. A moeda americana também passou a cair ante o peso chileno (-0,15%) e desacelerou o ganho intraday frente o peso mexicano (+0,15%), o rublo russo (+0,05%) e o rand sul africano (+1,26%).

Mais cedo até por volta das 9h30, o viés ante o real era de alta, também em linha com o desempenho positivo da divisa americana em relação a outras moedas ligadas a commodities, como o peso chileno (+0,07%), o peso mexicano (+0,31%), o rublo russo (+0,24%) e o rand sul africano (+1,35%).

Também é pano de fundo dos negócios a sinalização do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, de que a reforma da Previdência pode não passar na Câmara. “Se não tiver maioria (308 votos) para a reforma em fevereiro, será difícil ter votação depois de março”, explicou.

Vale destacar que Maia já admite ser candidato à eleição presidencial deste ano e a reforma é considerada impopular, o que reduzem as chances de apreciação neste ano.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!