Dólar tem mínima em seis semanas, com exterior – Valor

SÃO PAULO  –  O dólar caiu ao menor patamar em seis semanas ante o real nesta quarta-feira (10), aprofundando mínimas no decorrer do pregão conforme a moeda também intensificou as perdas no exterior.

Diferente de ontem, a alta dos juros dos Treasuries não só não deu suporte ao dólar como teve origem no mesmo motivo que pressionou a divisa americana: a notícia de que a China estaria cogitando reduzir ou mesmo interromper compras de títulos do Tesouro americano. Comprar menos Treasuries significa menos aportes em ativos lastreados em dólar, movimento que, em teoria, vai contra a moeda.

Mas o real não só ganhou terreno como foi um dos destaques de alta nos mercados globais de câmbio, com o quarto melhor desempenho. O noticiário sobre equipes econômicas de pré-candidatos à Presidência da República – num contexto em que se espera o impedimento da eventual candidatura do ex-presidente Lula e também um fluxo de capital ao país – ajudou a dar suporte ao câmbio. A perspectiva de fim mais próximo do ciclo de distensão monetária – após o IPCA mais alto que o esperado – foi outro elemento que jogou a favor do real hoje.

No fechamento, o dólar comercial caiu 0,52%, a R$ 3,2288. É o menor patamar de encerramento desde 28 de novembro (R$ 3,209).

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!