Ibovespa cai 0,65% após 11 altas – Jornal do Comércio

O Ibovespa operou ontem em queda, em um dia de realização de lucros após valorizar por 11 pregões consecutivos. Foi uma sessão descolada do sinal positivo vindo dos mercados acionários externos com os índices de Nova Iorque subindo de maneira consistente.

De acordo com analistas, a correção ocorre porque, desde o início de 2018, a bolsa brasileira foi a que acumulou mais ganhos em relação a seus pares dos Estados Unidos. Entre os dias 2 de janeiro e esta terça-feira, em dólares, o Ibovespa ganhou 5,53% enquanto Dow Jones, 2,77% e S&P500, 3,16%. Na última hora do pregão, as perdas aceleraram, levando o índice a fechar em 0,65% de queda, aos 78.863 pontos.

Houve, segundo operadores, um equilíbrio de forças no volume de recursos de não residentes e investidores nacionais – com mais estrangeiros na ponta vendedora do que compradora. Ainda assim, o giro financeiro foi de R$ 9,229 bilhões, considerado alto para a segunda semana de janeiro.

As cotações dos contratos futuros de petróleo indicaram forte alta durante toda a tarde e ajudaram a impedir a queda maior das ações ON e PN da Petrobras, que encerraram o pregão, respectivamente, em baixa de 0,11% e em 0,00% – estável em relação a segunda-feira. Já os papéis Vale ON, com recuo de 0,37%, descolaram da alta do minério de ferro no exterior.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!