Israel quer transferir tecnologia de dessalinização de água para o Brasil – Jornal do Comércio

Israel está buscando intensificar as relações com o Brasil para oferecer equipamentos e tecnologia de dessalinização de água. O país é líder nesse tipo de tecnologia e hoje cerca de 80% da água potável consumida pela população israelense é proveniente do mar, disse o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Avraham Shelley.

O embaixador fez uma visita  na tarde de hoje (10) às instalações da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) em Brasília. Ele foi recebido pela diretora-presidente substituta da EBC, Christiane Samarco. Durante a visita, o embaixador manifestou interesse em uma parceria entre a TV pública israelense e a EBC.

Ao falar sobre a transferência de tecnologia de dessanilização, o embaixador disse que as negociações feitas por Israel com o Brasil vêm sendo lideradas por empresários israelenses diretamente com estados como o Ceará e Maranhão, que sofrem com a seca.

Ele disse que alguns governos estaduais estão abrindo licitações para a obtenção da tecnologia de dessalinização e que os empresários israelenses estão em posição de vantagem porque conseguem processar um litro de água dessalinizada por um preço menor do que o valor regular disponível nos mercados.

Yossi Avraham Shelley disse também que Israel está oferecendo ao governo brasileiro a possibilidade de parceria visando construir satélites com tecnologia israelense.

O comércio Brasil-Israel está negativo para o lado brasileiro. O Brasil exportou para Israel em 2017 US$ 466 milhões e importou US$ 885 milhões, com déficit de cerca de US$ 419 milhões.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!