Prejuízo da BR Pharma alcança R$ 1,5 bilhão em 2017, até novembro – Valor

SÃO PAULO  –  A Brasil Pharma enviou novos documentos para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em que informa prejuízo acumulado no ano, até novembro, de R$ 1,52 bilhão. Ao fim desse período, o patrimônio líquido da empresa estava negativo em R$ 1,22 bilhão.

Dados de 2017 até setembro, publicados naquele mês, mostravam patrimônio negativo menor, de R$ 1,1 bilhão. E os prejuízos de janeiro a setembro somavam R$ 1,45 bilhão.

São “mais de 15 mil credores” e “mais de 4,5 mil empregados”, informou nesta manhã a empresa, em nota ao mercado.

Na lista de credores, divulgada há pouco pela companhia, figuram fornecedores de produtos e serviços, como as indústrias farmacêuticas Abbott, bayer, Cimed e Nivea.

Também estão na lista funcionários e concessionárias de serviço público, como empresas de energia. A empresa informava em balanço do terceiro trimestre que seus maiores credores eram Banco IBM S.A. e BTGI VIII Empreendimentos e Participações S.A.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!