Venda de papelão ondulado sobe 3,91% em dezembro ante igual mês de 2016, diz ABPO – Jornal do Comércio

As vendas de papelão ondulado utilizados em embalagens – caixas, acessórios e chapas – cresceram 3,91% em dezembro na comparação com o mesmo mês de 2016, com dois dias úteis a menos, para 275,946 mil toneladas. Porém, o dado representa uma queda de 10,42% sobre novembro de 2017, segundo dados prévios divulgados nesta quinta-feira (11) pela Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO).

Em nota, a associação destaca que no ano de 2017 a expedição totalizou 3,5 milhões de toneladas, 4,92% acima de 2016. “Com este resultado, o setor retorna ao patamar de expedição registrado em 2014 (3.505.673 toneladas), quando havia crescido pela última vez”, diz em nota.

A ABPO avalia que dezembro foi o melhor resultado para o mês na métrica interanual (ante o mesmo mês do ano anterior) desde 2009. Naquela ocasião, o aumento havia sido de 25,70%. A associação explica que os dois períodos referem-se a à saída de períodos recessivos, entretanto a crise de 2008/2009 durou três trimestres e a outra teve duração de 11 trimestres.

“Na comparação com outros segmentos industriais, o desempenho do setor de papelão ondulado na recessão de 2014-2016 e neste início de recuperação foi bem superior. Enquanto a expedição de papelão ondulado retornou, ao final de 2017, ao patamar anterior à recessão, com alguma acomodação no último trimestre, a indústria de transformação recuperou, até novembro passado, apenas 1/52 de toda a perda de produção registrada na crise”, compara a ABPO, em nota.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!