Dólar renova máximas sequenciais ante real após dados dos EUA – Jornal do Comércio

O dólar renovou máximas sequenciais no início da tarde desta sexta-feira (12) até R$ 3,2295, acompanhando a nova máxima do dólar fevereiro, aos R$ 3,2365. Segundo um operador de câmbio, o mercado local é pressionado pelo fortalecimento do dólar ante o iene no exterior após dados dos Estados Unidos.

O aumento de 0,1% do índice de preços ao consumidor (CPI) americano em dezembro e a alta de 0,4% nas vendas no varejo no país fizeram o dólar inverter o sinal ante o iene e passar a subir. A ampliação da queda do petróleo também contribuiu para esse fortalecimento, afirmou a fonte.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!