Ganhos dominam bolsas asiáticas após recorde em Nova Iorque e dados chineses – Jornal do Comércio

A maioria das bolsas asiáticas teve ganhos modestos nesta sexta-feira (12), após os mercados acionários de Nova Iorque fecharem em novas máximas históricas ontem e na esteira de dados mistos da balança comercial chinesa. Na China, as bolsas tomaram rumos distintos após a divulgação de dados de comércio exterior do gigante asiático.

Principal índice acionário chinês, o Xangai Composto subiu 0,10%, a 3.428,94 pontos, garantindo uma sequência recorde de 11 sessões de valorização, mas o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,21%, a 1.948,93 pontos.

Em dezembro, as exportações chinesas tiveram expansão anual de 10,9%, maior do que o ganho de 9,5% previsto por analistas. Por outro lado, as importações da China tiveram avanço anual bem mais modesto no mês passado, de 4,5%, ante expectativa de alta de 15%.

Dados oficiais em Pequim também mostraram que a China registrou superávit comercial recorde com os EUA em 2017, no valor de US$ 275,8 bilhões. O recorde anterior, de US$ 261 bilhões, era de 2015.

Já o índice japonês Nikkei mostrou perdas pelo terceiro dia seguido em Tóquio, ao encerrar o pregão em baixa de 0,24%, a 23.653,82 pontos, à medida que o iene acumula ganhos de mais de 1% em relação ao dólar desde a terça-feira (09), quando o Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) inesperadamente reduziu o volume de uma oferta de compra de bônus do governo japonês (JGBs), gerando especulação sobre aperto em sua política monetária.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng teve alta de 0,94% em Hong Kong, a 31.412,54 pontos, ampliando sua sequência positiva recorde a 14 pregões, enquanto o sul-coreano Kospi subiu 0,34% em Seul, a 2.496,42 pontos, em meio à demanda por ações baratas, o Taiex avançou 0,68% em Taiwan, a 10.883,96 pontos, e o filipino PSEi ficou praticamente estável em Manila, com ganho apenas marginal de 0,02%, a 8.814,62 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana apresentou ligeira alta de 0,04%, com o índice S&P/ASX 200 a 6.070,10 pontos, graças a fortes ganhos de grandes mineradoras, como BHP Billiton e Rio Tinto.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!