Bolsas da Europa fecham em alta com coalizão de governo na Alemanha – Jornal do Comércio

Os mercados acionários europeus fecharam em alta nesta sexta-feira, 12, apoiados pela formação de uma coalizão de governo na Alemanha, após os líderes do bloco conservador da chanceler Angela Merkel e os social-democratas chegaram a um acordo após semanas de impasse.

O índice pan-europeu Stoxx-600 fechou em alta de 0,24% (+0,97 ponto) nesta sexta-feira e de 0,22% na semana, aos 398,22 pontos.

Após mais de 24 horas de conversas, a aliança de Merkel e o Partido Social-Democrata (SPD, na sigla em alemão) chegaram a um acordo na manhã desta sexta-feira, quando divulgaram documento detalhando compromissos fechados para uma série de questões nas áreas tributárias, de imigração e de saúde, por exemplo.

A manutenção da chamada “grande coalizão” acaba por tirar um peso político das costas da maior economia europeia, já que, caso não houvesse acordo, novas eleições gerais poderiam ser realizadas.

A notícia impulsionou o euro, que atingiu o maior nível em três anos na comparação com o dólar. No mercado de bônus, os juros do Bund alemão de 10 anos chegaram a acompanhar o movimento altista da moeda única, mas cederam no fim do pregão a um movimento de realização de lucros após o forte rali visto neste início de ano. Com isso, o rendimento do Bund de 10 anos caiu de 0,515% na quinta para 0,513% nesta sexta.

Na Bolsa de Frankfurt, o otimismo com a política alemã fez com que o índice DAX encerrasse o dia em alta de 0,32%, aos 13.245,03 pontos. Os bancos apresentaram desvalorização, com o Commerzbank caindo 1,54% e o Deutsche Bank recuando 0,40%. No entanto, entre as montadoras, a Daimler subiu 0,77%, a BMW ganhou 1,26% e a Volkswagen teve avanço de 1,14%. Na semana, o DAX apresentou queda de 0,56%.

O índice FTSE-100, da Bolsa de Londres, fechou em alta de 0,20%, aos 7.778,64 pontos, com ganho semanal de 0,70%. Essa foi a sexta máxima histórica consecutiva do índice, que subiu apoiado, também, pelos bancos, como o Royal Bank of Scotland (+1,89%) e Standard Chartered (+0,43%).

Em Paris, o índice CAC-40 fechou em alta de 0,52%, aos 5.517,06 pontos, com valorização semanal de 0,85%. Já o índice FTSE-MIB, da Bolsa de Milão, avançou 0,53% nesta sexta-feira e 2,93% na semana, aos 23.429,83 pontos.

O índice Ibex-35, de Madri, fechou em alta de 0,26%, aos 10.462,40 pontos, com ganho semanal de 0,49%. Em Lisboa, o índice PSI-20 destoou dos demais e fechou em baixa de 0,37%, aos 5.623,41 pontos. Na semana, o indicador de ações portuguesas teve alta de 0,14%.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!