Sem referência de Nova Iorque, Ibovespa fecha em alta de 0,51% – Jornal do Comércio

Sem o norte dado pelos mercados acionários de Wall Street, em razão do feriado de Martin Luther King, o Ibovespa navegou ao sabor das perspectivas mais favoráveis para a economia brasileira, após o Banco Central ter divulgado que o IBC-Br aponta para expansão mais forte do Produto Interno Bruto (PIB). A sessão desta segunda-feira também foi pautada pela influência técnica do vencimento de opções sobre ações.

O índice à vista fechou em alta de 0,51%, aos 79.752,37 pontos. O giro financeiro chegou a R$ 10,1 bilhões, contando com o volume gerado pelo exercício de opções sobre ações. Apenas o exercício movimentou R$ 4,761 bilhões. Do total, R$ 4,518 bilhões corresponderam a opções de compra e R$ 242,5 milhões a opções de venda.

Segundo Ignacio Crespo, economista da Guide Investimentos, como ponto positivo na agenda de hoje, o Índice de Atividade do Banco Central (IBC-Br), que acumulou alta de 0,97% em 2017 até novembro. No próprio mês, índice ficou em 0,49%, acima da mediana das estimativas dos analistas consultados pelo Projeções Broadcast, calculada em 0,43%, mas dentro do intervalo das previsões. “Apesar da questão sazonal no mês, é um ritmo mais forte que reforça a perspectiva positiva para a atividade econômica neste ano, acima, inclusive, dos 2,7% projetados no Boletim Focus”, disse.

André Moraes, da Clear Corretora, complementa que, muito embora a perspectiva positiva para a economia brasileira já esteja diluída nos últimos meses, o IBC-Br melhor reforçou essa sinalização. O analista ressaltou que os papéis de empresas dos setores de Varejo e Construção Civil, muito ligados ao desempenho da atividade, se destacaram no pregão.

Entre as blue chips, a Vale ON operou e fechou perto da estabilidade (-0,18%), apesar da queda acentuada do minério de ferro, no porto de Qingdao na China, mas em sintonia com suas correlatas no mercado londrino. Já os papéis da Petrobras seguiram o sinal positivo das cotações dos futuros do petróleo no exterior e encerraram o pregão em alta contida, de 0,54% (ON) e 0,29% (PN).

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!