Carrefour Brasil tem venda bruta de R$ 13,629 bilhões no 4º trimestre, alta de 5,3% – Jornal do Comércio

O Carrefour Brasil teve receita bruta de R$ 13,629 bilhões no quarto trimestre de 2017, crescimento de 5,3% na comparação com igual período do ano anterior. Com o resultado, a receita acumulada do ano chegou a R$ 49,653 bilhões, aumento de 7,2% ante 2016.

No quarto trimestre, o grupo registrou crescimento de 1,4% no critério mesmas lojas, que leva em conta unidades abertas há mais de um ano. Na bandeira Carrefour (que inclui hipermercados), houve recuo de 0,1% no indicador mesmas lojas. As vendas cresceram, no entanto, na rede Atacadão, de atacado de autosserviço. O indicador de vendas mesmas lojas do Atacadão aumentou 2,2%.

Sobre o Atacadão, o grupo destacou que o crescimento nas vendas ocorreu mesmo diante do impacto da deflação de alimentos. A companhia ainda destacou que o ritmo de expansão do Atacadão já havia sido forte no ano passado: no quarto trimestre de 2016, a rede registrou crescimento mesmas lojas de 11,2%.

A deflação de alimentos tem afetado redes de supermercado e o atacarejo no Brasil porque faz com que a receita nominal cresça num menor ritmo. Ao mesmo tempo, o volume de produtos consumidos no varejo não cresce o suficiente para compensar o efeito da queda de preços para as empresas.

O Atacadão teve uma receita bruta de R$ 9,3 bilhões no quarto trimestre. Considerando a totalidade das lojas, ou seja, incluindo inaugurações feitas ao longo do ano, o aumento foi de 7%.

Já na bandeira Carrefour, a receita bruta total chegou a R$ 4,32 bilhões no quarto trimestre. Considerando as inaugurações de lojas, o crescimento total foi de 1,8% ante igual período do ano anterior. Essa divisão da companhia inclui hipermercados e lojas de conveniência Carrefour Express.

A empresa destacou que as vendas de produtos eletrônicos nos hipermercados apresentaram bom desempenho e têm crescido na ordem de dois dígitos. A rede ainda destacou a expansão das vendas no Carrefour Express e no comércio eletrônico.

No quarto trimestre de 2017, a companhia abriu 29 novas lojas, elevando o total para 634 ao final de dezembro. A expansão representa um aumento na área de vendas de cerca de 5% frente a 2016. O grupo ainda informou que investiu em melhorias nas lojas: no ano passado, 38 foram reformadas, sendo 31 hipermercados e 7 supermercados.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!