Dólar perde força ante rivais em meio a incertezas políticas em Washington – Jornal do Comércio

O dólar iniciou o dia em um movimento de recuperação ante divisas fortes, mas perdeu força ao longo do dia, à medida que os investidores colocaram na balança incertezas políticas em Washington

No fim da tarde, o dólar caía para 110,35 ienes e o euro tinha leve baixa para US$ 1,2271.

A fraqueza nas ações nos Estados Unidos nesta terça-feira (16), foi sentida a partir do meio da tarde e ocorreu ao mesmo tempo em que a temperatura política voltou a subir em Washington. De acordo com o jornal New York Times, o ex-estrategista-chefe da Casa Branca Steve Bannon foi convocado pelo conselheiro Robert Mueller a depor no grande júri que investiga a suposta interferência da Rússia na eleição presidencial americana de 2016.

As incertezas no Capitólio também estiveram no radar dos investidores. Na sexta-feira termina o prazo para que o limite da dívida seja elevado e para que o financiamento continue. Há, no entanto, poucos sinais de acordo entre o governo e os parlamentares da oposição. A proteção de jovens imigrantes da deportação foi colocada como exigência pelos democratas para a votação, ao mesmo tempo em que o presidente dos EUA, Donald Trump, e alguns republicanos não querem abrir mão da construção de um muro na fronteira com o México.

Já o contrato futuro de bitcoin para janeiro, negociado na CME, encerrou o dia em baixa de 19,97%, a US$ 11.160,00. O tombo veio após a Coreia do Sul confirmar que está elaborando um projeto para banir negócios anônimos com criptomoedas no país. O comentário partiu do ministro de Justiça sul-coreano, Park Sang-ki, e veio dias depois de o regulador financeiro começar a inspecionar algumas das maiores instituições financeiras do país que ajudam a facilitar transações com moedas digitais.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!