Petrobras bate recorde de produção em 2017, com 2,15 milhões de barris por dia – Jornal do Comércio

A produção média de petróleo da Petrobras no Brasil cresceu 0,4% em 2017 frente ao ano anterior, somando 2,15 milhões de barris por dia (bpd), atingindo um recorde histórico pelo quarto ano consecutivo. Esse é também o terceiro ano consecutivo que a companhia cumpre sua meta de produção.

A produção própria de gás natural da estatal em 2017, de 79,6 milhões de metros cúbicos por dia (m3/d), também alcançou volume inédito. Com isso, a produção total no País chegou a 2,65 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), indicando acréscimo de 0,9% em relação a 2016. A marca também constitui um novo recorde.

No ano passado, a média anual da produção operada (considerando Petrobras e seus parceiros) na camada pré-sal foi a maior da história da companhia, com a marca de 1,29 milhão de bpd, indicando aumento de 26% ante 2016. Além disso, a petroleira e seus parceiros atingiram em dezembro recorde mensal (1,36 milhão de bpd) e diário (1,48 milhão de bpd em 4 de dezembro) naquela camada.

O desempenho é atribuído a maior produção no campo de Lula, com a interligação de novos poços aos FPSOs Cidade de Saquarema, Cidade de Maricá e Cidade de Itaguaí, além do início da operação da plataforma P-66 – e do campo de Lapa – com a interligação de novos poços ao FPSO Cidade de Caraguatatuba – ambos localizados no pré-sal da Bacia de Santos. O início de produção do FPSO Pioneiro de Libra, que opera no campo de Mero, também no pré-sal da Bacia de Santos, foi outro fator que contribuiu para o aumento da produção.

O índice de aproveitamento de gás da Petrobras no Brasil foi de 96,5% em 2017, outro recorde. Esse resultado é consequência dos avanços obtidos, nos últimos anos, pelo Programa de Otimização do Aproveitamento de Gás.

A produção média de petróleo no exterior caiu 20% em 2017, somando 64 mil bpd, enquanto a produção média de gás natural diminuiu 39% na mesma base de comparação, ficando em 8,3 milhões m3/d. A queda se deve, principalmente, aos desinvestimentos, como a venda da Petrobras Argentina.

Considerando o Brasil e o exterior, a produção média somente de petróleo, em 2017, foi de 2,22 milhões bpd e a produção média anual de petróleo e gás foi de 2,77 milhões boed.

Em dezembro, a produção total de petróleo e gás natural totalizou 2,72 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), sendo 2,62 milhões boed produzidos no Brasil e 100 mil boed no exterior.

A produção média de petróleo no País foi de 2,13 milhões de barris por dia (bpd). O desempenho foi semelhante ao volume produzido em novembro. A produção de gás natural, excluído o volume liquefeito, foi de 77,9 milhões m3/dia. A produção de petróleo e gás natural operada na camada pré-sal, porém, cresceu 2% em relação ao mês anterior, somando 1,68 milhão de boed.

No exterior, a produção média de petróleo, em dezembro, foi de 60 mil bpd e a produção média de gás natural foi de 6,7 milhões m3/dia.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!