Trump adverte que déficit comercial com a China é insustentável – Exame

O presidente americano, Donald Trump, expressou sua “decepção” ao seu colega chinês, Xi Jinping, após o aumento do déficit comercial entre Estados Unidos e China, e assegurou que a situação “não é sustentável”.

“O presidente Trump expressou sua decepção com o aumento do déficit comercial dos Estados Unidos com a China”, indicou nesta terça-feira o executivo americano sobre a conversa telefônica entre os dois líderes.

“O presidente Trump deixou claro que a situação não é sustentável”, de acordo com a mesma fonte.

De acordo com números publicados na sexta-feira por Pequim, o déficit comercial dos Estados Unidos com a China aumentou 10% em 2017 para 276 bilhões de dólares.

Desde a sua campanha eleitoral e após sua chegada à Casa Branca, Trump multiplicou as suas advertências contra o que considera uma política comercial injusta de Pequim.

O inquilino da Casa Branca, que acusa regularmente a China de protecionismo, reafirmou, no final de dezembro, sua convicção de que a competitividade econômica é uma “questão de segurança nacional”, o que torna difícil para sua administração equilibrar a balança comercial com Pequim.

Washington abriu investigações sobre o alumínio e o aço chinês, bem como a política de propriedade intelectual do regime comunista, que poderia levar a sanções.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!