Votos para a Previdência ‘estão vindo’, afirma Marun – Jornal do Comércio

Sem revelar os votos que o governo teria hoje pela aprovação da reforma da Previdência, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou, ontem, que acredita que a situação está “mais favorável” agora do que no fim de dezembro, antes do recesso, mesmo que haja a preocupação eleitoral dos parlamentares. “Os votos estão vindo, sim. O que nós não estamos, neste momento, é contando. Quero contar isso no final de janeiro”, disse. “Não é que não vamos nos preocupar com número, mas não vamos trabalhar revelando os números agora”, rebateu, diante da insistência da imprensa ao questioná-lo como mensurava que a situação estava melhor que antes sem a contagem.

Ao reconhecer que as eleições podem influenciar os parlamentares na hora do voto, o ministro disse que as campanhas de conscientização da necessidade da reforma vão ajudar no trabalho de convencimento. “Neste momento, existe, e é natural que exista, a preocupação de colegas com a questão eleitoral. Não existe nada que seja surpreendente ou condenável”, disse. “Tenho expectativa muito grande na reação da sociedade. A sociedade começa a reagir, a querer e a pleitear aos parlamentares uma atitude que é a necessária para o Brasil, que é o voto favorável para a reforma”, completou.

Marun convocou uma coletiva de imprensa para comentar o almoço que teve ontem com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Segundo ele, a conversa foi para que ele tomasse um conhecimento maior sobre o rebaixamento da nota de crédito brasileira pela agência de classificação de risco S&P Global Ratings na semana passada.

Diferente do discurso de Meirelles, que, no fim de semana, disse que o rebaixamento não afetará o crescimento da atividade econômica do País e foi uma decisão “técnica e pontual”, Marun disse que o rebaixamento da nota é uma opinião da agência sobre o que acredita “a respeito do nosso futuro”. “O rebaixamento da nota é consequência. Em si, não é um fato econômico, é uma opinião”, afirmou.

De acordo com Marun, o rebaixamento – que pode acontecer com outras agências, admitiu – corrobora o discurso do governo da necessidade da reforma da Previdência.

 

Para tentar arrefecer a pressão sobre a base aliada, o presidente Michel Temer montou uma agenda de encontros com pastores evangélicos para pedir apoio à reforma da Previdência. Os encontros estão sendo marcados pelo ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, e têm como objetivo diminuir a insatisfação das mudanças na aposentadoria nos redutos eleitorais dos parlamentares governistas. Ao todo, o Palácio do Planalto calcula que cerca de 100 deputados aliados estão indecisos justamente pelo receio do impacto da reforma previdenciária sobre seus possíveis eleitores.

A ofensiva teve início ontem, quando o presidente recebeu, no gabinete presidencial, o fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, apóstolo Valdemiro Santiago. Na reunião, o presidente recebeu a bênção do apóstolo, explicou as mudanças na reforma previdenciária e pediu o apoio público dele às alterações nas aposentadorias. Para as próximas duas semanas, serão convidados para reuniões reservadas com o presidente os pastores Samuel Ferreira, Samuel Câmara e Silas Malafaia, da Assembleia de Deus.

O foco nos líderes evangélicos deve-se à capilaridade das denominações neopentecostais sobre a população de baixa renda, que, segundo análise interna do governo, concentra a maior parte da resistência às mudanças na aposentadoria. Além disso, boa parte dos líderes evangélicos já declararam apoio à reforma previdenciária.

O Planalto também tem tentado uma ofensiva sobre os católicos. Em 2017, a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) se posicionou contrária às mudanças.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!