Dólar fecha em alta impulsionado por Livro Bege; bitcoin estende perdas – Jornal do Comércio

O dólar fechou em alta na comparação com seus principais rivais, nesta quarta-feira, tendo apoio em dados positivos da economia dos Estados Unidos e ganhando impulso após a divulgação do Livro Bege pelo Federal Reserve (Fed, banco central americano). Enquanto isso, os futuros da bitcoin recuaram mais uma vez e já acumulam uma perda de cerca de 47% desde a máxima observada em dezembro

No fim da tarde em Nova Iorque, o dólar avançava para 111,19 ienes, de 110,35 ienes na tarde de ontem; e o euro recuava a 1,2216, de 1,2271.

Além disso, o Livro Bege, o documento divulgado pelo Fed sobre as condições da economia americana, mostrou hoje que as empresas de alguns dos 12 distritos que compõem o banco central esperam que salários subam nos próximos meses.

“A maioria dos distritos informou que os salários aumentaram a um nível modesto. Em alguns setores, como indústria, os rendimentos dos trabalhadores subiram. Assim, alguns distritos informaram que as empresas esperam que os salários aumentem nos próximos meses”, apontou o documento. Como resultado, os juros dos títulos da dívida americana e o dólar ganharam impulso.

A divisa americana também avançou para 1,2434 dólar canadense, mesmo com o Banco Central do Canadá aumentando sua taxa de juros para 1,25% e sinalizando que deve apertar gradualmente sua política monetária.

Já o contrato futuro de bitcoin para janeiro, negociado na CME, encerrou o dia em baixa de 1,92%, a US$ 10.945,00, estendendo as perdas de ontem, quando a Coreia do Sul confirmou que está elaborando um projeto para banir negócios anônimos com criptomoedas no país. Hoje, várias outras moedas digitais também fecharam em queda.

Desde o pico em 18 dezembro, quando chegou a US$ 20.649,00, a bitcoin chegou a recuar mais de 50% e economistas consultados pelo MarketWatch acham que a moeda pode cair mais 20%, para cerca de US$ 8 mil.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!