Preço do aluguel residencial fecha 2017 em queda, mostra levantamento da FipeZap – Jornal do Comércio

O preço do aluguel residencial calculado pelo índice FipeZap fechou 2017 com queda nominal de 0,69%, completando três anos de queda consecutiva. Entre 2015 e 2017, a queda acumulada foi de 7,1%.

O índice que acompanha o preço do aluguel de imóveis em 15 cidades brasileiras registrou ligeira alta de 0,09% entre novembro e dezembro de 2017. Considerando a inflação de 0,44% pelo IPCA, no entanto, houve queda real de 0,35% nos preços. A maior parte das cidades monitoradas apresentou alta nos preços, com destaque para Curitiba (0,79%), Florianópolis (0,77%) e São Paulo (0,40%). Já Porto Alegre registrou queda de 0,33%.

Em dezembro, o valor médio do aluguel nas cidades monitoradas foi de R$ 28,25 por metro quadrado. São Paulo teve o maior valor médio por m2 do País (R$ 35,76), seguida por Rio de Janeiro (R$ 31,87) e Distrito Federal (R$ 29,63). Entre as cidades com o valor do aluguel mais barato por m2 destacam-se Goiânia (R$ 15,08), Fortaleza (R$ 16,06) e Curitiba (R$ 17,05). Na capital gaúcha, o valor médio do m2 ficou em R$ 21,03.

Considerando os últimos 12 meses, o FipeZap acumula queda nominal de 0,69%. O resultado foi influenciado pela queda expressiva dos preços em cidades como Rio de Janeiro (-8,49%), Niterói (-7,20%) e Campinas (-3,40%). Recife (4,98%), Curitiba (3,99%) e Florianópolis (3,15%) estão entre as cidades que tiveram aumento no período.

Comparando-se à inflação no período (2,95%), o índice encerrou 2017 com queda real de 3,54%. É o terceiro ano consecutivo com queda no preço de aluguel residencial. Em 2015, o FipeZap havia recuado 3,34%, e, em 2016, houve baixa de 3,23%.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!